13º salário do INSS é confirmado: confira datas de pagamento 

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) divulgou o calendário oficial de pagamentos de benefícios para 2023. Assim, aposentados e pensionistas já podem consultar a data do depósito do 13º salário em 2023.

Porém, para realmente adiantar o calendário e fazer os pagamentos da mesma forma que nos últimos três anos, é preciso que o novo governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) antecipe o estipêndio para 2023. Isso pode acontecer. A última antecipação foi realizada nos termos do Decreto nº 10.410 de junho de 2020, portanto, o pagamento do 13º salário do INSS seguirá as regras e prazos estipulados por esta medida.

A entrada é de 50% do valor do benefício e está prevista para agosto. A segunda é o restante do benefício, junto com o desconto do imposto de renda, que poderá ser pago em novembro.

13º salário do INSS

O 13º salário é um dos principais benefícios para servidores e segurados do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social). Todos os anos, aposentados, pensionistas e demais beneficiários da agência aguardam ansiosos pelo pagamento dos bônus que, afinal, representam, na maioria das vezes, um alívio no bolso de quem os antecipa.

Nos últimos 3 anos, os subsídios de Natal foram repassados ​​aos beneficiários antecipadamente, pagos no primeiro trimestre do ano, em vez do pagamento usual de meio a final. Em suma, devido aos vários efeitos da pandemia de Covid-19 que assola o mundo, o calendário do 13º sofreu tais alterações.

O pagamento será diferente em 2023

De acordo com o Decreto nº 10.410 do governo do ex-presidente Jair Messias Bolsonaro, a gratificação natalina de 2023 será repassada de forma diferente dos últimos 3 anos. Dessas alterações, o 13º será sempre pago em duas parcelas, pelo menos até as alterações finais no regulamento.

Resumindo, o valor do benefício será dividido ao meio, então 50% do valor será pago na primeira parcela e o restante na segunda parcela. Além disso, a data de pagamento do bônus voltou ao normal, sendo que o primeiro semestre será pago no dia 13 de agosto, e o segundo ano será pago em novembro no final do ano.

Vale ressaltar que o salário mínimo atual não será o mesmo de 2022 até então devido ao reajuste que viu o valor saltar de R$ 1.212 para R$ 1.302. Assim, quem recebe do INSS o equivalente à renda nacional receberá o mesmo valor de R$ 651 em agosto e novembro.

Vale lembrar, porém, que o atual presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, prometeu em sua campanha eleitoral elevar o salário mínimo para R$ 1.320. No entanto, o ajuste prometido ainda não se concretizou, portanto, o resultado final é que as expectativas de alta permanecem. Estima-se que até maio seja possível atingir o valor esperado. Nesse caso, a cota sobe para R$ 660 para o 13º.

ultimas noticias: