INSS: com qual idade posso me aposentar em 2023?

Então confira curiosidades sobre os benefícios do INSS que podem te ajudar hoje ou no futuro. Durante o processo de inscrição, existem várias condições para a aposentadoria. Mas, não para por aí! Os benefícios para aposentados, pensionistas, microempreendedores e contribuintes individuais têm algumas características menos conhecidas.

Regras de aposentadoria de 2023 INSS

Ao se aposentar em 2023, você pode contar com as regras de transição trazidas pelas reformas para amenizar o impacto das mudanças para quem está próximo da aposentadoria.

Regras de Conversão no Sistema de Pontos

De acordo com as regras de transição do sistema de pontuação, os homens que solicitam esse benefício precisam atingir um total de 100 pontos. É necessária a comprovação de 20 anos de contribuição ao INSS.

As mulheres que pretendem se aposentar precisam atingir um total de 90 pontos e comprovar 15 anos de contribuição ao INSS. Essa pontuação é a soma da idade mais o tempo contribuído.

Cada ano adicional de contribuição aumenta o percentual em 2%, então o fator pode até ultrapassar 100% do salário médio de contribuição, mas apenas no limite superior do INSS.

Regra de idade mínima mais tempo de contribuição INSS

Nessa regra, acrescenta-se meio ponto percentual em 2023, caso em que as mulheres que pedem aposentadoria precisam ter 58 anos e comprovar 30 anos de contribuições.

Enquanto isso, os homens precisam ter 63 anos e comprovar 35 anos de contribuição.

regra de conversão de idade

Esta regra é, na verdade, projetada para mulheres, que, sob as regras de transição, acrescentam mais seis meses por ano para se aposentar.

Este ano, reformam-se por idade, sendo a idade mínima estabelecida em 62 anos, até ao ano passado em 61 anos e seis meses. Portanto, para se aposentar em 2023, eles precisam ter 62 anos e ter contribuído para o INSS por pelo menos 15 anos.

O valor do benefício será calculado com base em 60% do valor total do benefício, com contribuições por 15 anos para mulheres e 20 anos para homens, com acréscimo de 2% a cada ano.

ultimas noticias: