Duração da pensão por morte agora depende da sua idade

A pensão por morte é uma das prestações de segurança social pagas pela Administração Nacional da Segurança Social. No entanto, tem como alvo as famílias de trabalhadores falecidos ou declarados mortos por um juiz, o que ocorre em casos de desaparecimento. Embora seja um benefício antigo, algumas pessoas ainda o questionam. Especialmente sobre sua duração. Então confira os detalhes abaixo.

Quais são as condições para receber o pensão por morte?

Para garantir o benefício por morte, não basta contar apenas com o segurado falecido, é preciso cumprir uma série de requisitos exigidos pelo INSS para garantir o pagamento dos benefícios.

Portanto, para garantir o direito ao recebimento da pensão por morte, é necessário comprovar:

  • você é dependente do segurado falecido;
  • falecimento do segurado;
  • A condição de segurado do falecido no momento da morte.


A qualidade do segurado do falecido está relacionada ao fato de o falecido estar trabalhando e contribuindo para o INSS, ou se era aposentado, pois o pagamento de pensão por morte não é permitido se o falecido não contribuísse para o INSS ou não fosse aposentado. .

A duração do benefício por morte depende da sua idade
Existem alguns pontos muito importantes sobre os benefícios por morte e sua duração, ou seja, por quanto tempo os benefícios serão pagos aos dependentes. veja:

Duração da pensão por morte de filho

Se o dependente for filho, a pensão por morte será paga até que o filho complete 21 anos, mesmo que esteja na escola. Para crianças com deficiência ou deficiência, os benefícios podem ser vitalícios.

Duração do pensão por morte do Cônjuge/Companheiro

Se o segurado não tiver 18 meses de contribuições ao INSS à época do falecimento, ou se o casamento ou união estável tiver menos de dois anos, o benefício por morte terá duração de apenas quatro meses.

Para os demais casos, a duração do benefício por morte dependerá da idade do cônjuge/companheiro(a) na data do falecimento do segurado, observe:

Idade do dependente na hora do óbito do segurado falecido/Tempo de duração do benefícioPor quanto tempo ele ou ela receberá a pensão por morte
Companheiro(a) Com menos de 21 anos de idade3 (três) anos
Companheiro(a) Entre 21 (vinte e um) e 26 (vinte e seis) anos de idade6 (seis) anos
Companheiro(a) Entre 27 (vinte e sete) e 29 (vinte e nove) anos de idade10 (dez) anos
Companheiro(a) Entre 30 (trinta) e 40 (quarenta) anos de idade15 (quinze) anos
Companheiro(a) Entre 41 (quarenta e um) e 43 (quarenta e três) anos de idade20 (vinte) anos
Companheiro(a) Com 44 (quarenta e quatro) ou mais anos de idadeVitalícia

O valor das prestações acumuladas


A seguir, apresentaremos a tabela de benefícios por morte, que se refere à proporção de pagamento caso alguns aposentados tenham acumulado benefícios por morte. Esta regra se aplica quando a viúva se aposentou e tem direito a um benefício por morte. Se você não receber nenhum outro benefício, como aposentadoria, poderá descartar esta informação. Isso porque, agora quando o benefício por morte for acumulado com alguns benefícios de aposentadoria, o segurado receberá o maior benefício integral e o segundo pro rata, veja:

Valor do benefício menorPercentual que vai receber do benefício menor
Até 1 salário mínimocontinua recebendo 100% do benefício, ou seja, sem redução;
Mais de 1 salário mínimo até 2 salários mínimos60%  do benefício;
Acima de 2 salários mínimos até 3 salários mínimos40%  do benefício;
Mais de 3 salários mínimos até 4 salários mínimos20%  do benefício;
Acima de 4 salários mínimos10%  do benefício.

ultimas noticias