INSS: Consignados sofrem alterações no processo de solicitação

Todas as instituições bancárias que concedem empréstimos salariais por meio do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) precisam adequar seus sistemas até 13 de fevereiro. Isso porque a Portaria 138, editada no ano passado, autoriza a concessão de empréstimos online, desde que os bancos o façam por meio de biometria facial.
O empréstimo emitido pelo INSS precisa ser autorizado pela biometria facial, e conta com o auxílio do Serpro, empresa de tecnologia de capital aberto. Será utilizado o Biovalid, tecnologia já utilizada para abertura de empresas ou verificação de prova de vida. A ideia é facilitar a solicitação de novos créditos financeiros online.

O que é Empréstimo Consignado INSS?

De forma simples, o empréstimo consignado é um empréstimo em que as parcelas são descontadas diretamente na folha de pagamento do contratante (salário ou benefícios). Ou seja, o alívio mensal da dívida é feito automaticamente quando o cidadão recebe sua mensalidade.

Nesse sentido, essa modalidade de crédito não exige que o devedor apresente documentos ou compareça ao banco para solicitar o pagamento da dívida, uma vez que o próprio banco desconta o valor da parcela do salário recebido pelo contratante. Pode-se dizer que os clientes colocam sua renda como garantia.

Com essas garantias, o risco de inadimplência costuma ser baixo e, por isso, os bancos costumam oferecer bons juros e parcelas aos interessados ​​em contratar salários. No entanto, é sempre prudente ter cautela antes de decidir sobre um empréstimo, pois a renda do contratante será parcialmente prejudicada durante a vigência do empréstimo.

Atualmente, a margem repassável do INSS é de 45%. Em outras palavras, isso significa que as parcelas do empréstimo podem prometer até 45% do valor que um aposentado ou pensionista receberia por meio de benefícios da Previdência Social.

Como solicitar os boletos de pagamento online?

Uma vez implantado o novo sistema, os contratantes poderão sacar os empréstimos diretamente por meio do aplicativo da instituição bancária selecionada. Resumindo, você precisa encontrar a aba “Consignado” na plataforma e dar continuidade ao processo 100% digitalmente.
Após análise e aprovação do crédito, o valor necessário será depositado na conta do contratante. Por enquanto, as instituições credoras ainda podem oferecer essa possibilidade, porém, até o dia 13 de fevereiro, todos os bancos e demais financeiras que operam no modelo consignado terão que se adequar ao novo modelo determinado pelo poder público.

ultimas noticias