Chuva: Em apenas duas horas, chove 40% da média histórica na região Centro-Sul de BH

O centro-sul de Belo Horizonte registrou 39% da média histórica de chuva de fevereiro em apenas duas horas neste domingo (12). Segundo assim o Serviço Nacional de Meteorologia (Inmet), a região registrou 69,1 milímetros de chuva no período, com média climática de fevereiro de 177,7 milímetros. A região está, inclusive, sob forte alerta de risco geológico.

Apesar da forte chuva, os foliões continuaram nas ruas da Savassi no segundo domingo antes do carnaval de Belo Horizonte. Grandes barracas em pontos de ônibus e lojas serviram assim de abrigo para os que foram pegos desprevenidos pela forte chuva. Na Praça da Liberdade, muita gente ocupa assim a marquise da Biblioteca Pública Nacional. Desde o início deste mês, a precipitação assim nas regiões centro e sul foi de 106,5 mm, o que representa 59,9% da média histórica. A próxima região mais chuvosa foi assim o Barreiro, que recebeu 87,6 mm de chuva no mês, pouco menos de 50% das previsões. A região norte é a região com menor precipitação durante o mês, com apenas 3 mm.

Sobre a chuva

Apesar do temporal, não houve acidentes graves na capital mineira. Um galho de árvore caiu na avenida Amazonas, no bairro de Jardinópolis, em Belo Horizonte, e foi removido pelos bombeiros.

Os motoristas que passaram no local no período da tarde tiveram dificuldade para cruzar a orla, por isso dirija com cuidado. A enchente continuou até a esquina da Avenida Getúlio Vargas, onde o nível da água baixou.

Mais cedo, a Defesa Civil emitiu um alerta de granizo para a cidade até por volta das 17h15. A chuva foi classificada como “extraordinária” na região centro-sul por volta das 16h, segundo a prefeitura. No entanto, entre 16h20 e 16h25, a tempestade enfraqueceu e agora é atualizada para “forte”. Começou a chover no início da tarde deste domingo, assustando os foliões que queriam curtir o pré-carnaval de Belo Horizonte. A enchente, por exemplo, atrapalhou os planos dos jovens de irem à Savassi ver o DJ KVSH, que montou um bloco para a festa momo deste ano.

  • Barreiro: 87,6 (49,3%)
  • Centro Sul: 106,5 (59,9%)
  • Leste: 22,4 (12,6%)
  • Nordeste: 5,4 (3,0%)
  • Noroeste: 56,8 (32,0%)
  • Norte: 3,0 (1,7%)
  • Oeste: 63,8 (35,9%)
  • Pampulha: 45 (25,3%)
  • Venda Nova: 20,8 (11,7%)

ultimas noticias