Minha Casa, Minha Vida: veja quem terá direito ao benefício

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, participou de cerimônia em solo baiano anunciando a volta do Minha Casa Minha Vida (MCMV). Os planos habitacionais serão retomados com a notícia, sendo uma delas a entrega de dois conjuntos habitacionais com 684 apartamentos.

Durante o evento, foi anunciada a entrega de 2.745 casas concluídas assim em diversos estados. A família precisa atender a certos requisitos sociais e de renda e não possuir assim bens em seu nome para receber os serviços do MCMV.

No governo do então presidente Jair Bolsonaro, o Minha Casa Minha Vida havia sido substituído pelo esquema Casa Verde e Amarela.

Faixa 1 e minha casa minha vida

Nesta terça-feira (14), volta a “Faixa 1”, que oferece financiamento para famílias com renda total de até R$ 2.640. Antes, o limite de renda era de R$ 1.800.

Segundo informações do governo, 50% das moradias subsidiadas e subsidiadas serão entregues ao público. Para famílias nesta faixa de renda, o subsídio concedido varia de 85% a 95% do valor total da moradia.

O Planalto garantiu que vai também “alargar o âmbito do arrendamento social, a possibilidade de compra de habitação urbana de segunda mão e a inclusão de famílias sem-abrigo no regime”.

Outra mensagem dada é que os novos empreendimentos não estarão mais distantes de comércios, serviços e equipamentos públicos, e terão melhor infraestrutura ao seu redor. O ministro da Câmara Civil, Rui Costa, falou sobre as diretrizes que constarão do plano. “Haverá novas especificações de casas e apartamentos. As unidades serão de maior valor e qualidade, mas também estaremos abertos à possibilidade de trabalhar com o governador e o prefeito para construir moradias [em cidades] com população menor de 50.000 pessoas. casas”.

O ministro disse ainda que, para as grandes cidades, o esquema traz uma novidade de restaurar e abrigar prédios antigos abandonados e sem uso. Disse ainda que os edifícios vão passar por obras de reabilitação (revitalização de edifícios antigos) e serão requalificados como habitação de residentes.

obras inacabadas

Em janeiro, 170.000 unidades habitacionais inacabadas foram encontradas na Faixa 1 do Minha Casa Minha Vida, revelou o governo federal. Destes, 75.000 estão em construção, 12.000 estão em fase de projeto e 83.000 estão parados.

As causas da paralisação da engenharia são ocupações irregulares, infraestrutura pendente, abandono de construtoras, indícios de defeitos construtivos, etc.

ultimas noticias