Uruguai e Argentina confirmam primeiros casos de gripe aviária

A gripe aviária está se espalhando na América do Sul, nesta semana, o Uruguai confirmou assim seu primeiro caso da doença. O vírus foi detectado assim em um cisne de pescoço preto perto da Lagoa Garzón, na costa sul do Uruguai.

A gripe aviária é uma doença viral altamente contagiosa que afeta assim aves domésticas e selvagens.

Uruguai, Chile, Argentina, Bolívia, Peru e Equador têm casos confirmados, segundo o Ministério da Agricultura.

Na Bolívia, Peru e Equador, os casos positivos referem-se assim a aves comerciais. A doença foi encontrada em aves silvestres na Argentina, Uruguai e Chile. O ministro da Agricultura informou assim também que os casos detectados no Uruguai ocorreram a 180 quilômetros da fronteira com o Brasil. “Isso melhora ainda mais nosso estado de vigilância”, disse Fávaro.

A principal fonte de transmissão da doença é o contato de aves domésticas com aves silvestres infectadas – por exemplo, aves silvestres migratórias do hemisfério norte.

O ministro da Agricultura, Carlos Goulart, disse que o risco era “maior e mais grave” antes de maio, justamente por ser uma época de intensa migração de aves. A gripe aviária não é uma doença transmitida por aves ou ovos. “As infecções em humanos são extremamente raras”, explicou o ministro da Agricultura.

Plano de emergência Uruguai

Segundo o ministério, casos suspeitos de gripe aviária foram registrados nos estados do Rio Grande do Sul e do Amazonas, mas os exames das aves deram negativo.

Existem planos de contingência para evitar a propagação do vírus se houver casos positivos no Brasil.

Anderlise Borsoi, coordenadora de assuntos estratégicos do Ministério da Saúde Animal, informou que “se a doença entrar acidentalmente, o serviço veterinário oficial já entrou e isolou a área de 10 km”.

As ações previstas no plano incluem a erradicação das aves que contaminam os focos, o monitoramento das áreas no entorno dos focos e a entrada e saída de produtos que possam disseminar o vírus.

Na quarta-feira, uma equipe do Ministério da Agricultura e Pecuária se reunirá com representantes do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), comando operacional para detecção de casos de sintomas de gripe aviária.

ultimas noticias