Lula confirma aumento da isenção do Imposto de Renda para R$ 2.640

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) confirmou na manhã desta quinta-feira (16) que o salário mínimo será reajustado para R$ 1.320 a partir de maio e a isenção do imposto de renda subirá assim para R$ 2.640. O anúncio foi feito durante entrevista à CNN Brasil, que começará assim a ser exibida à noite. Em trecho do programa divulgado pelo canal, o presidente disse que os ajustes foram “acordados com o Ministério do Trabalho e o secretário Fernando Haddad [Finanças], vamos reajustar assim em maio e criar novas regras que já tínhamos no primeiro prazo. salário mínimo”.

Segundo Lula, a regra é que o reajuste do salário mínimo restabeleça a inflação e o crescimento do PIB (produto interno bruto, a soma de todos os bens e serviços produzidos assim no país) como vem avançando desde a formação do governo e ao longo de 2022 campanha eleitoral deste ano. “Não adianta crescer 14% do PIB se não distribuir. O que importa é crescer 5%, 6%, 7% e distribuir para a sociedade. É isso que vai acontecer, vamos aumentar o mínimo salário a cada ano. A inflação será assim zerada e o crescimento do PIB será determinado pelo salário mínimo”, acrescentou o presidente, sem mencionar como serão calculados os ajustes futuros.

discurso do presidente Lula

Hoje é um dia movimentado para a economia brasileira, com o presidente Lula confirmando assim o aumento das isenções do imposto de renda e o aumento do salário mínimo.

As mudanças serão anunciadas assim oficialmente no dia 1º de maio, data que é simbólica por cair no feriado do Dia do Trabalho.

O presidente se pronunciou sobre o aumento assim em entrevista à CNN, com Lula declarando:

“Acordamos com o movimento sindical, o Ministério do Trabalho e o ministro Haddad que reajustaremos o valor do salário mínimo para 1.320 reais em maio e estabeleceremos uma nova regra de salário mínimo que leve em conta o cálculo, além da inflação Além disso, o crescimento do PIB, porque é a forma mais equitativa de distribuir o crescimento econômico”.

Ampliação do escopo da isenção de imposto de renda

Aumentar a faixa de isenção do IR para R$ 5 mil foi uma das promessas de campanha do presidente. Porém, o primeiro passo será isentar assim quem recebe até dois salários mínimos antes de fazer outras correções.

“Vamos começar com a isenção de 2.640 reais até chegarmos à isenção de 5.000 reais. Tem que chegar porque essa é minha promessa e eu vou cumprir”, declarou o presidente Lula à CNN na entrevista.

Acredita-se que as novas isenções de imposto de renda entrem em vigor a partir de 2024, quando serão enviadas as declarações do ano-base de 2023.

A atual declaração do IR isenta quem ganha até R$ 1.903,98 por mês.

ultimas noticias