WhatsApp Tem Dados VAZADOS! Saiba Como Se Prevenir

Confira como ocorre o real vazamento de dados do WhatsApp, este que está repercutindo nas redes sociais. Veja como se prevenir.

Conforme uma investigação divulgada pela Cybernews, esta alertou que muitos usuários do WhatsApp estão tendo seus dados vazados pela plataforma.

Isso ocorre, pois, a plataforma traz um novo vazamento de dados, este que então coloca pessoas anônimas informações de 487 milhões de usuários.

Sendo assim, conforme o comunicado, um hacker furtou os dados, bem como coloco-os à venda, este dentro de um fórum em 16 de novembro.

Assim, foi verificado que, foi usurpado parte do vazamento de dados, assim chegando à conclusão que a notícia realmente é verdadeira.

Ademais, conforme informe a informação do denunciante, o hacker utilizou uma técnica na qual é chamada de raspagem de dados.

Assim, o objetivo neste procedimento é de capturar os dados públicos, mesmo que não tenha nenhuma falha de segurança.

Vazamento de dados como no WhatsApp pode ser evitado pelas empresas

“Nesta era, todos nós deixamos uma pegada digital considerável, e gigantes da tecnologia como a Meta devem tomar todas as precauções e meios para proteger esses dados”, afirma Mantas Sasnauskas, especialista na área.

“Devemos perguntar se uma cláusula adicional de ‘raspagem ou abuso de plataforma não é permitida nos Termos e Condições’ é suficiente.

Também, deve ser entendido que, os agentes de ameaças também não se importam com os termos, já que as empresas precisam tomar medidas rigorosas, a fim de mitigar as ameaças e evitar o abuso da plataforma do ponto de vista técnico”, diz.

Novamente frisando, o vazamento de dados não ocorreu devido a uma falha de segurança do WhatsApp.

Mesmo assim, é importante se precaver e levar em consideração a necessidade de proteção adicional, isto para que qualquer pessoa possa ter acesso às informações de milhões de usuários.

Como visto, mesmo que seja proibida a raspagem de dados, a mesma foi utilizada e assim se apoderou de diversas informações individuais.

Ultimas Noticias: