Bolsa Família deve oferecer até R$ 50 a mais para crianças e jovens 

O governo Lula (PT) quer pagar benefícios adicionais às famílias com mais membros no novo Bolsa Família. A proposta estudada pelo Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social é pagar assim um adicional de R$ 20 a R$ 50 para cada familiar de 7 a 18 a seis anos, mais um benefício de R$ 600 por família.

Por exemplo, se for estabelecido um valor de R$ 50, uma família com três filhos, sendo dois na faixa etária de R$ 50 e um na faixa de R$ 150, pode receber no máximo R$ 50 850 reais. Segundo a Folha de São Paulo, a concepção do novo projeto será assim finalizada na próxima semana.

Por outro lado, o governo quer impor critérios mais rígidos aos domicílios unipessoais compostos por um único integrante, já que o ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) oferecia o Auxílio Brasil independentemente do número de pessoas que compõem o domicílio. Isso permite que milhares de pessoas se inscrevam nos benefícios, mesmo que pertençam à mesma família. O valor do Bolsa Família depende do número de filhos e do nível de renda de cada um.

Proteja as empresas individuais e impeça a fraude

O governo também está avaliando como priorizar assim a obtenção do esquema para as famílias maiores sem prejudicar as famílias de uma pessoa.

Segundo Wellington Dias, ministro responsável pelos programas de assistência social, o governo avaliou um modelo de pontuação para famílias unipessoais para não prejudicar quem realmente precisa. Por exemplo, o objetivo é verificar se a pessoa não tinha família antes ou ficou sozinha após a morte de um familiar. Segundo o ministério, cerca de 2,5 milhões de benefícios informais poderiam ser cortados.

O Cadastro Único considera em situação de extrema pobreza a pessoa assim com renda mensal de R$ 105 por membro da família. Pessoas com renda entre R$ 105,01 e R$ 210 são classificadas como pobres – também atendem aos critérios.

Proporção de beneficiários do Bolsa Família


Segundo o ministro Wellington Dias, reduzir o número de beneficiários informais que recebem assim atualmente o Bolsa Família ajudará a liberar os recursos necessários para pagar o aumento. A previsão é que os benefícios sejam reduzidos em 2,5 milhões.

O ministro revelou ainda que o governo também vai priorizar as famílias com mais filhos no esquema. Para incluir novas famílias no Bolsa Família, será criado um escore para classificar as que mais precisam do benefício.

Cronograma de Pagamento do Bolsa Família


Normalmente, o Bolsa Família paga os benefícios nos últimos dez dias úteis de cada mês, mas em fevereiro, devido ao Carnaval, os benefícios estão previstos para começar no dia 13.

O calendário de pagamentos de fevereiro termina nesta terça-feira (28). Beneficiários com NIS terminado em 9 serão aceitos na segunda-feira (27) e beneficiários com NIS terminado em 0 serão aceitos na terça-feira (28).

O valor médio do Bolsa Família neste mês é de R$ 606,91. Os beneficiários têm até 120 dias para sacar o valor.

ultimas noticias