IR 2023: Receita libera download do programa

A Receita Federal divulgará o calendário de declaração do Imposto de Renda de 2023 no dia 15 de março, prazo inicial de entrega ao Fisco. Os contribuintes têm até 31 de maio para declarar o IR deste ano.

O programa, necessário para o preenchimento e envio do documento, costuma ser assim liberado na mesma hora e está disponível para computadores, tablets e celulares. Caso o contribuinte utilize um computador para declarar, ele precisa ser baixado.

Para aqueles declarados em outras plataformas, precisa ser atualizado ou baixado assim novamente. Há também a opção de preencher a declaração online por meio assim da Central de Atendimento Virtual da Receita Federal e-CAC.

A partir deste ano, o prazo para entrega do IR é ampliado em dois meses e meio para que os contribuintes possam começar a usar a declaração de IR pré-preenchida desde o primeiro dia.

Como baixar o Plano de Imposto de Renda de 2023

O download será feito no site Receita.gov.br. O programa está localizado assim na página inicial da Receita Federal, na seção “Imposto de Renda”. Você deve clicar em “Baixar Programa de Imposto de Renda” e selecionar o sistema operacional do seu computador. Em geral, a maioria dos computadores é executada assim no Windows.

Após o download, os contribuintes precisam instalar o programa em seus computadores. Uma janela se abrirá, basta clicar nela e selecionar a opção “Executar”. Haverá algumas perguntas que você precisará responder “sim”, principalmente para aqueles que perguntarem se você deseja prosseguir com a instalação do programa IRPF 2023 em seu computador.

Por fim, será necessário clicar em “Avançar” na tela que aparece e depois em “Concluir”. O ícone IRPF 2023 deve estar visível na área de trabalho do computador.

DEVE DECLARAR O IR QUEM, EM 2022

  • Recebeu rendimentos tributáveis acima de R$ 28.559,70, o que inclui assim salário, aposentadoria e pensão, por exemplo
  • Recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte (como rendimento de poupança ou FGTS) acima de R$ 40 mil
  • Teve ganho de capital (ou seja, lucro) na alienação (transferência de propriedade) de bens ou direitos sujeito à incidência do imposto; é o caso, por exemplo, da venda de carro com valor maior do que o pago na compra
  • Teve isenção do IR sobre o ganho de capital na venda de imóveis residenciais, seguido de aquisição de outro imóvel residencial no prazo de 180 dias
  • Realizou operações na Bolsas de Valores, de mercadorias, de futuros e assemelhadas
  • Tinha, em 31 de dezembro, posse ou propriedade de bens ou direitos, inclusive terra nua, acima de R$ 300 mil
  • Obteve receita bruta na atividade rural em valor superior a R$ 142.798,50
  • Se quiser compensar prejuízos da atividade rural de 2022 ou anos anteriores
  • Passou a morar no Brasil em 2022 e encontrava-se nessa condição em 31 de dezembro

O governo não atualizou a tabela de desconto do IR (Imposto de Renda).

  • Valores atuais da tabela do IR
    Base de cálculo – Parcela a deduzir – Alíquota
    Até R$ 1.903,98 – isento
    R$ 1.903,99 a R$ 2.826,65 – R$ 142,80 – 7,50%
    R$ 2.826,66 a R$ 3.751,05 – R$ 354,80 – 15,00%
    R$ 3.751,06 a R$ 4.664,68 – R$ 636,13 – 22,50%
    Acima de R$ 4.664,68 – R$ 869,36 – 27,50%

Como enviar arquivos?


Os contribuintes que estão passando por este procedimento pela primeira vez, precisam ficar atentos aos documentos exigidos, como:

CPF (Cadastro de Pessoa Física), Cadastro Eleitoral, Comprovante de Residência, Dados Profissionais de declaração de renda da empresa, se o benefício for recebido em conjunto com o cônjuge, deverá constar o CPF dessa pessoa.

Você deve baixar o programa Gerador de Imposto de Renda ou utilizar a ferramenta Leona para preencher e enviar o documento para o Repositório de Informações Fiscais Federais.

ultimas noticias